MANIFESTO LIBERDADE CORINTHIANA

A LIBERDADE CORINTHIANA é uma organização sem fins lucrativos constituída por sócios e torcedores do SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA.

Destina-se a recompor no seio dessa entidade centenária a ÉTICA, a GOVERNANÇA e a SUSTENTABILIDADE, que infelizmente foram deixadas de lado ao longo dos últimos 12 anos.

Por que “LIBERDADE”?

Porque o espírito que impulsiona nossa FRENTE é a VERDADE. Nosso lema é: A VERDADE LIBERTA. Enquanto não a conhecermos, continuaremos em estado de cegueira, induzidos pela dissimulação; e o que é a cegueira intelectual senão a própria ignorância?

Em última análise, os sócios corinthianos são reféns da falta de CLAREZA. A ignorância quanto aos fatos relacionados À CONSTRUÇÃO DA NOSSA ARENA, À FARRA DOS EMPRESÁRIOS DE ATLETAS, AOS ESCÂNDALOS DA CATEGORIA DE BASE e a tantos outros assuntos que nos são caros, nos escravizam. Só saber o que de fato aconteceu pode nos libertar.

Nenhuma instituição está livre de enfrentar esses desafios. Nem sempre há um grau absoluto de sinceridade na relação entre sócios e administradores. Em qualquer lugar há gente sincera, mas, ao mesmo tempo, há outras pessoas que se julgam muito “ESPERTAS“. A possibilidade de ação ilegal está presente em todas as atividades humanas. Há, também, ilusões e FALTA DE TRANSPARÊNCIA que afetam diretamente a relação entre o CORINTHIANS e sua TORCIDA.

Por isso, a DIRETORIA do Clube e todos os CONSELHEIROS voltados para o bem comum DEVERIAM SER ESPECIALMENTE CUIDADOSOS COM QUESTÕES COMO A CAPACIDADE DE APRENDER COM OS PRÓPRIOS ERROS, A ACEITAÇÃO DE OPINIÕES DIVERGENTES, A LIBERDADE DE PENSAMENTO E A COERÊNCIA ENTRE DISCURSO E PRÁTICA.

Embasados na convicção dos integrantes deste grupo, que já atuam como Conselheiros do Clube, propusemo-nos a revelar a série de impropriedades administrativas cometidas pela atual gestão e pelas anteriores, oferecendo soluções concretas para TODAS essas impropriedades.

O Corinthians precisa e deve ser LIBERTADO dos grilhões opressivos da ilegalidade e do oportunismo.

Sempre que a ilusão envolve mais de uma pessoa, a velha lei da oferta e da demanda entra em vigor. Se alguém engana, é porque uma outra pessoa está aceitando ser enganada, ou, às vezes, até buscando isto inconscientemente. Os maravilhosos resultados desportivos alcançados até bem pouco tempo atrás ILUDIRAM o sócio comum, que procura desesperadamente um alívio para os seus sofrimentos diários, seja na sede social ou seja assistindo à partida de fim de semana. O Corinthians deveria ser refúgio.

Entretanto, esse mesmo sócio, por vezes, prefere não assumir responsabilidade direta sobre o que ocorre no dia a dia do Clube, especialmente em relação aos assuntos administrativos, o que acaba criando uma grande oportunidade para ações desajustadas.

Uma tarefa dos líderes do século 21 é eliminar da cultura humana aquele messianismo pelo qual se cria a ilusão de que algum salvador providencial – político, presidente etc. – fará, sozinho, a tarefa que é de todos e de cada um. Não há muletas no processo da libertação, seja ela política, social ou espiritual.

Só a verdade pode salvar o Corinthians

OMISSÔMETRO

A Diretoria do Corinthians, sob o atual comando de Andrés Sanchez, está todo este tempo sem adotar qualquer medida jurídica contra a Odebrecht!