0
Nota de repúdioNotíciasOpinião

Até quando a violência ficará impune no Futebol brasileiro?

By 5 de junho de 2019 No Comments

A disputa entre Corinthians e Flamengo pela vaga nas quartas-de-final da Copa do Brasil 2019 tinha todos os ingredientes para ser uma linda festa das maiores torcidas brasileiras e de muito futebol bem disputado dentro do campo. E realmente foi. Porém, mais uma vez a festa foi manchada pela violência provocada por bandidos travestidos de torcedores nos arredores do Maracanã.

Vídeos que circularam pelas redes sociais na noite de ontem, 04/06/2019, mostraram que a torcida do Corinthians que ia rumo ao estádio sofreu uma emboscada próximo ao Maracanã. Carros foram depredados, pessoas ficaram feridas e havia muitos relatos da falha ou até de ausência de segurança para garantir a integridade dos torcedores corinthianos.

Essa situação é totalmente o inverso do que o Corinthians proporciona para as torcidas de clubes adversários que vêm até a nossa Arena acompanhar os jogos e torcer por seus times. Enquanto a torcida do Flamengo foi bem recebida em São Paulo para o jogo de ida, a do Corinthians encontrou emboscada e falta de segurança no Rio de Janeiro.

Até quando teremos que esperar as autoridades cariocas e os dirigentes do Flamengo tomarem alguma providência para impedir que a violência impere no entorno do Maracanã? E quais são as medidas que a atual Diretoria do Corinthians, sob o comando de Andrés Sanchez, tomará para exigir que nossos torcedores sejam respeitados e tenham sua segurança garantida quando forem a jogos no Rio de janeiro?

O Brasil precisa urgentemente dar um BASTA à impunidade, especialmente no Futebol!

O futebol brasileiro tem que voltar a ser campo fértil apenas para o surgimento de talentos com a bola, e não mais para a propagação de crimes de violência e de corrupção, como ficou evidenciado pelos últimos acontecimentos registrados na Imprensa.

A Frente Liberdade Corinthiana repudia a violência praticada contra a torcida do Corinthians no entorno do Maracanã e exige providências.

Leave a Reply