0
Homenagem

Mais do que um Dia do Trabalho: dedicamos a vida trabalhando duro em favor do Corinthians!

By 1 de maio de 2020 No Comments

1° de maio, Dia do Trabalho. É uma data especial, uma confraternização de toda a Humanidade.

Nesse tempo de pandemia de COVID-19, a data se torna ainda mais especial ao rendermos nossas homenagens a todos os trabalhadores, em especial aos da área da Saúde, que arriscam suas vidas lutando contra essa doença terrível e salvando pessoas. Muitos desses profissionais já tombaram em combate! E não somente médicos, enfermeiros e outros trabalhadores da Saúde merecem especial reverência nesse período de pandemia, mas todos os que também se arriscam e entregam seu suor para manter a sociedade e a economia funcionando: profissionais da limpeza urbana, bombeiros, policiais, bancários, contabilistas, administradores, empresários, agricultores, trabalhadores da área de logística… tantos, mas tantos heróis e heroínas que não precisam ter capa ou superpoderes para serem admirados. Nosso sincero muito obrigado!

Enquanto honramos aqueles que realmente honram o Dia do Trabalho, também nos deparamos com quem tenta usar essa data para se apropriar do que nunca fez, ou seja, do trabalho dos outros. Há muita gente que nunca levantou um dedo para fazer o trabalho que diz que faz e tenta surfar uma onda que há pouco tempo fazia questão de tentar desmerecer. Tentam usar o poder da mídia para parecerem algo que nunca foram e, assim, ludibriar os de memória curta e os incautos. Assim acontece em vários lugares, inclusive quando falamos de Corinthians. O que há de falsos profetas trabalhando para passar a imagem daquilo que nunca foram, principalmente agora em ano eleitoral, não está escrito no gibi!

Ao contrário desses, nós, da Frente Liberdade Corinthiana, nos orgulhamos de poder dizer que, em verdade, dedicamos nossa vida para tornar o Corinthians cada vez mais campeão. Há anos lutamos contra uma corrente poderosa e perigosa, que está colocando nosso amado Sport Club Corinthians Paulista na lona! A Frente Liberdade Corinthiana é há muito tempo o único grupo realmente de Oposição a tudo o que de errado vem ocorrendo no Timão, em especial nos últimos 12 anos. Lutamos pela Ética, pela Transparência, pela Governança, pela Sustentabilidade. Nosso Manifesto foi feito para expressar a nossa luta, o nosso inconformismo e o direcionamento de nosso trabalho. Você pode ler e baixar nosso Manifesto clicando aqui.

Algumas das ações concretas do TRABALHO da Frente Liberdade Corinthiana:

– Denunciamos as contas maquiadas, obrigando esclarecimentos da diretoria  (gestão Mario Gobbi/Raul Correia).

– Pedimos o afastamento de conselheiro fiscal da gestão Roberto de Andrade, por ausência de independência para exercer o cargo (tal conselheiro era empregado do presidente).

– Fim do chapão, alterando profundamente a condução do processo eleitoral no Corinthians, tornando a alternância de poder mais democrática.

– Criação do sistema das chapinhas de 25 nomes.

– A Liberdade Corinthiana foi quem primeiro sugeriu a criação de um departamento de Compliance no Corinthians.

– Processo de impeachment de Roberto de Andrade por irregularidades gravíssimas. Muitos dos que hoje se dizem “oposição” votaram contra ou comodamente sequer compareceram para expressarem o voto.

– Pedido de instauração de processos disciplinares em face das supostas compras de votos nas últimas eleições para presidente do Clube.

– Pedido  de reprovação das previsões orçamentárias e das contas das últimas duas gestões. Aliás, as contas de 2019 apresentadas pela atual presidência estão cheias de “contabilidade criativa”. Quem votar a favor da aprovação desse claro material de ficção estará se mostrando contra o Corinthians!

– Pedido para que o Andrés Sanchez fosse proibido de negociar com a Odebrecht por conflito de interesses. Andrés foi delatado por executivos da Odebrecht em delações feitas no âmbito das investigações da Operação Lava-Jato.

– Pedido, protocolado na Justiça, de quebra de sigilo das investigações sobre a Arena Corinthians. Tais investigações fazem parte dos desdobramentos da Operação Lava-Jato e implicam vários nomes do grupo que está há anos no poder no Clube. Fato gravíssimo e tolerado confortavelmente por muitos que hoje se dizem “Oposição”.

– Pedido de afastamento do diretor de assuntos institucionais, Vicente Cândido, por ser alvo de investigações também na Lava-Jato.

– Pedido de esclarecimentos sobre a demissão de gerente de T.I. que relatou diversas irregularidades no Clube.

– Apresentação de dezenas de requerimentos e recomendações, tais como sobre a necessidade de realização de perícia na arena, pedido de esclarecimentos sobre processos judiciais e administrativos, pedido de autonomia e respeito às atribuições de cada  diretoria (um exemplo claro e absurdo: diretor de patrimônio que não sabe absolutamente nada sobre a Arena), pedido de esclarecimentos sobre dívidas bancárias, fiscais e trabalhistas, pedido de explicação sobre situação dos alojamentos e do documento de habite-se… A grande maioria desses requerimentos e recomendações sequer foi levada adiante pelos mandatários, inclusive por aquele que atualmente se declara “oposição”. Isso mostra o quanto a nossa luta é extremamente árdua e desigual.

Os integrantes desta Frente poderiam simplesmente ter desistido, mas desistir nunca foi opção para nós. Queremos um Corinthians ético, governável e sustentável.

Podemos garantir, com certeza absoluta, que nenhum outro grupo político fez tantos pedidos ou participou de tantas comissões como a Frente Liberdade Corinthiana. E desafiamos publicamente que provem que estamos errados.

Enfim, muito trabalho. Não só um Dia do Trabalho. Nem apenas alguns meses de trabalho em ano eleitoral. Mas sim, vidas inteiras de pessoas que dedicam seu trabalho, sem ganhar nada em troca, somente por amor ao Corinthians.

 

Frente Liberdade Corinthiana – 21

Leave a Reply