Opinião

Torcedor ou bandido?

Absolutamente lamentável a loucura que alcançou alguns poucos VAGABUNDOS que ontem apedrejaram o ônibus da delegação palmeirense. Esses caras são terroristas! Para eles e também para quem acha que ser torcedor e andar em bando é ter salvo-conduto para praticar as maiores barbaridades, que podem ameaçar, bater e quebrar, já se adverte: existe Lei e existe Justiça!

Não podemos misturar as coisas. O torcedor tem todo o direito de demonstrar sua frustração, seu descontentamento com um resultado desfavorável. Pode protestar à vontade. Pode ficar bravo, arrancar as calças e pisar em cima. Porém, o protesto tem que ser sempre pacífico. Sem ameaças, sem agressões. Existe um limite muito claro entre o que é permitido e o que é proibido. Esse limite se chama LEI. É exatamente como um muro: de um lado estão os torcedores comuns e do outro estão os criminosos.

Não dá para se surpreender quando verificamos que toda a valentia do cidadão baderneiro e brigão, bradada no meio coletivo, simplesmente desaparece quando na frente de um Juiz. A agressão das ruas é uma valentia seletiva, típica dos covardes.

Testemunhamos que existe Justiça, sim. Existem muitos Juízes e Promotores bem intencionados; pessoas sérias que trabalham para que o bem-estar da sociedade prevaleça.

O Poder Público tem o poder/dever de punir quem viola a Lei. Tem que ser assim em qualquer local civilizado do mundo! Os Clubes, aliás, também têm a obrigação de agir de forma coibitória sempre que algum empregado ou representante sofrer agressão. Não tem cabimento “deixar pra lá”! Isso é o que os criminosos desejam.

Esperamos sinceramente que o Palmeiras vá até a Polícia e exija que as investigações ocorram.

A única coisa que pode SALVAR o nosso país é a EDUCAÇÃO. E a Educação, nesse caso, só é alcançada com o COMBATE À IMPUNIDADE. A aplicação da LEI ensina para o infrator que O MAL NÃO COMPENSA.

 

Lugar de torcedor é no estádio e de bandido é na cadeia.

Postagens Relacionadas
Opinião

A LIBERDADE CORINTHIANA

Há 110 anos, os nossos antecessores deram origem, neste país, a uma nova Nação, concebida na…
Leia mais
Opinião

O CORI CUMPRE O SEU DEVER!

Após a fracassada tentativa de instalar “cortina de fumaça”, a Diretoria do Timão finalmente…
Leia mais
Opinião

JÁ CORTARAM A LUZ NO FIM DESSE TÚNEL!

“Penso, logo existo” René Descartes (La Haye en Touraine, 31 de março de 1596 – Estocolmo…
Leia mais
Newsletter
Torne-se um criador de tendências
Inscreva-se no Liberdade Corinthiana, feito sob medida para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.